Inicio arrow Notícias arrow Notícias arrow RENAULT REGISTRA RECORDE MUNDIAL DE VENDAS NO SEMESTRE
RENAULT REGISTRA RECORDE MUNDIAL DE VENDAS NO SEMESTRE PDF Imprimir E-mail
Por ANDRÉ QUEIROZ - Com fonte Renault do Brasil   
Code

O Grupo Renault vendeu 2,1 milhões de veículos apurados no fechamento do primeiro semestre de 2018, em alta de 9,8%. Este avanço teve a integração das marcas Jinbei e Huasong que passaram a ser consolidadas nos volumes globais do Grupo desde 1º de janeiro de 2018. Ante os resultados de 2017 o crescimento do Grupo Renault é de 5,3% em um mercado mundial que avança 4,2%. Marcas Renault e Dacia foram recordistas em um semestre. A Renault manteve a posição de segunda marca mais vendida na Europa Saiba muito mais...



Destaque para o recorde de vendas fora da Europa com altas de 18,1% na região Américas e 15,1% área da Eurásia. Esses dados confirmam as ambições de crescimento da Renault em 2018,que deve ser alavancado pela expansão das operações fora da Europa.

“Pelo 3º ano consecutivo, batemos um recorde de vendas com quase 2,1 milhões de veículos em um primeiro semestre. Na Europa, o Grupo continua conquistando participações de mercado e, fora da Europa, estamos tendo excelentes performances, principalmente na América Latina, na região Eurásia e na África”, revelou Thierry Koskas, membro do Comitê Executivo e diretor Comercial do Grupo Renault. Na Europa, os emplacamentos do Grupo estão em alta de 4,4% em um mercado em progressão de 2,8%, para 1.070.718 veículos emplacados no 1º semestre. A participação de mercado na Europa ficou em 11,0%, em alta de 0,2 ponto. Sozinha, a marca Renault registra um crescimento de 1,1%. A participação de mercado atingiu 8,1%.

O Clio 4 é o 2º veículo mais vendido na Europa, o Captur é o 1º crossover da categoria e o Scénic líder no seu seguimento.

No bloco de veículos elétricos, a Renault mantém a liderança com uma participação de mercado de 21,9%. Houve um aumento de 11,6% nas vendas. Coube ao ZOE um crescimento de 1,1%, e o avanço do Kangoo Z.E atingiu 125%. Assim , o modelo tem agora 38,9% de participação no mercado de veículos elétricos utilitários, onde continua sendo o líder.

O Grupo Renault continua a se beneficiar plenamente do dinamismo do mercado argentino, com um avanço de 22,2% em seus emplacamentos, um nível duas vezes maior do que o mercado, que cresceu 11,2%. A participação de mercado aumentou 1,3 ponto, para 14,6%.

No Brasil, enquanto o mercado cresceu 13,7%, a Renault teve um aumento de 27,8% e uma participação de mercado histórica de 8,3% (+0,9 ponto). Lançado no segundo semestre de 2017, o Kwid se posiciona como número 2 de seu segmento nos dois países.

O mercado russo avançou 18,2% no primeiro semestre. A Rússia continua sendo o 2º mercado do Grupo, cujas vendas aumentaram 19,7% no país, com 8 modelos posicionados no top 15 do mercado de carros de passeio. Mais de um carro a cada 4 vendidos neste mercado é da marca Renault ou Lada.

Na Rússia, a marca Lada registra uma alta de 21,1% com uma participação de mercado de 20,0% (+0,5 ponto), graças ao sucesso dos novos modelos LADA Vesta e LADA XRAY.Os volumes da marca Renault tiveram um aumento de 16,5%, graças principalmente ao sucesso dos modelos Duster e Kaptur, enquanto se prepara a chegada, em 2019, de um novo crossover do segmento C.

O BRASIL ESTA ENTRE OS 7 MAIORES MERCADOS DA RENAULT

Vejam o ranking nos quinze maiores mercados em vendas:

1 - FRANÇA 389.216

2 - RÚSSIA 240.728

3 - ALEMANHA 124.251

4 - ITÁLIA 118.376

5 - CHINA 117.646

6 - ESPANHA 100.841

7 - BRASIL 93.850

8 - ARGENTINA 70.536

9 - TURQUIA 68.414

10 - IRAN 61.354

11 - REINO UNIDO 57.290

12 - BÉLGICA + LUXEMBURGO 52.962

13 - ÍNDIA 42.697

14 - COREIA DO SUL 40.920

15 - MARROCOS 39.747

< Anterior   Próximo >
fb.png twt.png