Inicio
KART: De Conto fatura Seletiva Petrobras PDF Imprimir E-mail
Por Redação   
O paranaense Guilherme De Conto venceu “à mineira” a sétima edição da Seletiva Petrobras de Kart, encerrada na tarde desta quinta-feira (15) no Kartódromo do Guará, em Brasília (DF).

Code

Estreante na competição, ele não chamou atenção no primeiro dia de disputas. Acabou surpreendendo os favoritos e faturou R$ 70 mil como prêmio ao campeão. De quebra, De Conto levou também outros R$ 7 mil por ter sido o estreante na Seletiva mais bem colocado na final, e encerrou a temporada com o maior prêmio já ganho por um piloto na competição.

Dos 12 pilotos que chegaram à decisão, apenas cinco disputaram as duas últimas corridas. Depois de muitas trocas de posição e alternativas, Rafael Suzuki ficou com o vice-campeonato, à frente de Clemente Faria Jr., Mario Romancini e Caio Zanani.

Romancini, (foto) melhor estreante no ano passado, foi um dos pilotos que mais somou pontos até a corrida decisiva. Devido a um problema enfrentado ainda nos treinos de classificação, viu suas chances de chegar ao título diminuírem. “Nesse último dia tive bons resultados, mas os pontos que perdi no início me impediram de chegar à afinal com chances de ser campeão”, explicou Romancini.

A Seletiva Petrobras não leva em conta só o desempenho dos pilotos em corridas, mas também o resultado dos treinos. Romancini – que não conquistou a pontuação máxima no primeiro teste devido a uma quebra no banco de seu kart – iniciou a fase final em desvantagem, e não teve como superar a boa campanha de De Conto.

Mario Romancini termina a segunda temporada consecutiva entre os cinco melhores pilotos do país. “Esse resultado me deixa muito contente, principalmente porque na final da Seletiva os karts têm desempenho muito próximo e isso deixa a decisão mais na mão do piloto e, um pouco, na mão da sorte”, finalizou Romancini.

< Anterior   Próximo >
fb.png twt.png

Login

Nome de Usuário

Senha

Lembrar login
Esqueceu sua senha?